sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

PERDI A FÉ.




Que Deus é esse?


Há alguns meses atrás, morreu um pastor da AD, conhecido dos meus cunhados e parentes ligados a minha esposa, o mesmo era um grande empreendedor, ao atravessar uma avenida, foi pego de surpresa por um ônibus que atravessou a avenida não respeitando o sinal vermelho, o mesmo foi arremessado a metros batendo a cabeça na guia e morrendo na hora.

Em meio às festas de natal, minha esposa e eu recebemos uma noticia que muito me chateou e me desestruturou.

Uma amiga da minha esposa crente da AD( Assembleia de Deus), quando fala crente é crente mesmo, que zelava dos costumes, doutrinas em uma vida de castidade, bom testemunho, guerreira, um exemplo a ser seguida, uma jóia de menina, quero salientar que não a conheci pessoalmente se não pelo testemunho da minha esposa.

A mesma foi conhecer a família do noivo em Minas Gerais, pois a data do casamento já estava pra marcar, infelizmente na chegada a Belo Hozironte o carro onde ela viajava, com seu noivo e familiares, parou no acostamento e um caminhão guincho fatalmente pegou o carro em cheio, o lado do carro em que a amiga da minha esposa estava foi o mais atingido pelo caminhão, infelizmente, tragicamente, no despertar da vida, no auge dos sonhos, de terminar sua faculdade de pedagogia, se casar, ter filhos, constituir uma família, acabou naquela manhã por que ela morreu na hora, foi a única a morrer, entre todos os passageiros do carro.

Mas nessa hora é quando todo mundo quer dar uma resposta para a fatalidade, o que me mata e me irrita são as respostas que os religiosos dão a esses eventos trágicos, é mais ou menos assim.

Quando não sabemos dar respostas a um evento, demonizamos ou divinizamos o evento, por exemplo:

Se a pessoa era uma pessoa má, um homicida, e acontece isso com ele, logo vão dizer, é punição divina, castigo, Deus o colocou nas mãos do diabo para fazer isso, ou Deus pesou a mão.

Se for uma pessoa boa como essa menina ou pastor, vão dizer: Deus sabe o que faz, Deus tem um propósito, era à vontade de Deus.

Nem uma nem a outra, pode me vim com o texto bíblico que quiser, que não tem como me convencer do contrário, um Deus que usa o mal para aplicar uma punição em alguém o entregando ao diabo, pra mim não pode ser Deus, por que Deus em sua plenitude é tão perfeito que não precisa e não é seduzido pelo mal para agir contra ou a favor de alguém, Deus não escreve certo por linhas tortas, Deus não faz um mal que venha para o bem, é como se estivesse em um jogo e para ganhar Deus só tivesse a carta do mal, Deus pra mim não pode e tenho certeza não é assim, por que se for assim o homem é mais nobre que Deus.

Propósito de Deus uma ova, se Deus tem um propósito quando faz isso com uma pessoa, me perdoem tem que ser um puta de um projeto, me disseram que na igreja desse pastor existiu conversa que Deus iria recolher umas flores do seu jardim, mais esqueceram de dizer que Deus iria recolher, não arrancar, eu jamais vou querer servir um Deus que no meio da minha trajetória, ou antes, no início, me arrasta pra eternidade com um ônibus por cima de mim, ou um acidente de carro, uma doença jamais vista.

Me lembro do pastor que morreu no Vôo da TAM em congonhas em 2007, o pastor morreu carbonizado, mas Deus foi tão fiel a sua palavra que a Bíblia ficou intaquita, caramba um livro é mais importante que a vida!

Opa, livro não, Bíblia.

O que dizer dos testemunhos de livramentos, por que Deus não livrou o pastor? Por que Deus não livrou a amiga da minha esposa?

Eu até entenderia, se Deus só livrasse crente, e o resto se ferrasse, mais foram dois crentes que morreram, ficou provado que ser crente não significa que sou blindado para com as aflições da vida, alias a maioria dessas pessoas exemplos de vida que conheci não são crentes, e passam pelos mesmos problemas.

Pessoas quando afirmam ter recebido um livramento de Deus, deveriam levar em conta que talvez, o acontecido, fosse coincidência, sorte, antes de colocar Deus na história, deve-se colocar essas experiências ao lado das tragédias mundiais, como o tsunami no oriente, o terremoto no Haiti, as duas guerras mundiais, os campos de concentrações Judeus na empreitada nazista, entre outras tragédias mundiais.

Deus pra mim é justo, se salva um tem que salvar todos, se não Deus faz acepção de pessoas, ai surgem às teologias dos prediletos, dos escolhidos, e se esquecem que Deus amou a todos, como escreveu João capitulo 3 verso 16.

Pensaríamos duas vezes antes de afirmar teologicamente que Deus fez ou não tal ação a comparando com o sofrimento mundial.

Como posso aceitar um Deus que deixa uns morrer a mingua, enquanto na igreja ele distribui chaves de carros e casas, portas de emprego, marido de volta, promoção na empresa, esse Deus é um ultraje, esse Deus é tão lixo tão lixo e miserável que ainda pede 10% pra te abençoar, e o pior se você não o der ele te ferra, soltando um pelo de um pitbull chamado devorador.

Sem mais nem menos como diz Jose Maria Mardonés devemos "Matar nossos Deuses”, essas imagens de Deus devem ser colocadas na fogueira e queimadas, essas imagens de Deus ao contrário do que pensam tais pessoas com tais respostas, não trazem conforto trazem mais desespero ainda.

Perdi a fé, perdi a fé mesmo.

Mas perdi a fé nesse Deus cheio de sombras, mazelas, esquisitice, desumano, ao contrario do Deus de Jesus que fez questão de ser humano.

Se for pra crer nesse Deus quero ser ateu.

Mas ainda tenho fé no Deus que foi apresentado em Jesus, que ao morrer tragicamente, de uma forma brutal na cruz ao terceiro dia ressuscitou, e mostrou que maldade, impunidade, imprudência não tem mais poder sobre nos.

A única coisa que sei pela fé e que a trajetória dessas pessoas não acabaram aqui, por que antes de morrerem tragicamente já viviam eternamente em Cristo, e já ressuscitaram em Cristo, Amem.

Keiker Oliveira, Graça e paz.

4 comentários:

  1. meu amigo, minha revolta é a mesma, eu não consigo mais me adequar com o pensamento contrário ao seu desabafo. precisamos gritar isso em nossas igrejas, ter coragem, sermos verdadeiramente profetas - não adivinhadores dos quais os fiéis buscam de campnha em campanha - mas profetas que denunciam e revelem um Cristo de amor, que revelou Deus a humanidade, um Deus de amor, justo em perdoar e não castigar, um Deus que nõ devemos pagar preços, pois, esse ja foi pago na cruz do calvario.

    só nos resta então... aceitar a graça!!!

    muito bom keiker, precisamos nos unir...
    continueeeeeeeee...
    um abrço

    ResponderExcluir
  2. valeu rodrigo estamos nessa velho!!!

    ResponderExcluir
  3. Muita gente ainda se influência com o Romance da bíblia chamado livro de Jô.

    Para o Deus de Jesus diferentemente do livro de Jô, os fins não justificam os meios. O Deus de Jesus não não pode tudo, pois é amor. E sendo amor, só pode o que o amor pode.

    Pena que desde a ocupação romana este Deus que fora espulso do templo viva refugiado no deserto, esperando que alguém seja sua voz. A voz do que clama, a voz de denúncia.

    Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  4. Desculpe, o Jó com circunflexo e o expulso com ES.

    rsssss

    ResponderExcluir